publicacoes_absorventedermico.com.br_no-japao-ja-sao-100-mil-casos-de-gastrostomizados

No Japão, Já São 100 Mil Casos de Gastrostomizados

Tudo o Que Você Precisa Saber.

Nos últimos anos, o número de pessoas com gastrostomia tem aumentado significativamente em todo o mundo, inclusive no Japão, onde já há mais de 100 mil casos. A gastrostomia é um procedimento médico no qual um tubo é inserido através da parede abdominal até o estômago, permitindo que o paciente receba nutrição e medicamentos diretamente no estômago. Neste artigo, exploraremos tudo o que você precisa saber sobre a gastrostomia no Japão, desde os motivos pelos quais ela é realizada até como cuidar do tubo de gastrostomia e muito mais.

O Que É Gastrostomia?

Definição

A gastrostomia é um procedimento cirúrgico ou endoscópico que permite a inserção de um tubo de alimentação diretamente no estômago de um paciente.

Motivos para Realizar a Gastrostomia

A gastrostomia pode ser realizada por diversos motivos, entre eles:

  • Dificuldade de deglutição
  • Câncer de cabeça e pescoço
  • Lesões cerebrais traumáticas
  • Doenças neuromusculares
  • Problemas gastrointestinais graves
  • Anomalias congênitas

Como é Feita a Gastrostomia no Japão?

Procedimento Cirúrgico

O procedimento cirúrgico é realizado sob anestesia geral. O cirurgião faz uma pequena incisão no abdômen do paciente e insere o tubo de alimentação diretamente no estômago. Em seguida, o cirurgião fecha a incisão.

Procedimento Endoscópico

O procedimento endoscópico é menos invasivo do que o procedimento cirúrgico e pode ser realizado com sedação consciente. Durante o procedimento, o endoscopista insere um tubo fino pela boca do paciente e o conduz através do esôfago até o estômago. Em seguida, o endoscopista faz uma pequena incisão no abdômen do paciente e insere o tubo de alimentação através dela.

Cuidados com o Tubo de Gastrostomia

Após o procedimento, o tubo de gastrostomia deve ser cuidadosamente mantido e monitorado para prevenir infecções e outras complicações. Alguns cuidados incluem:

  • Limpeza cuidadosa da área ao redor do tubo com água e sabão neutro
  • Troca regular do curativo
  • Verificação regular do tubo quanto a sinais de infecção ou irritação

Quais São os Riscos Associados à Gastrostomia?

Como em qualquer procedimento médico, existem riscos associados à gastrostomia, tais como:

  • Infecção
  • Sangramento
  • Perfuração gástrica
  • Problemas respiratórios
  • Reações adversas à anestesia

Cuidados Pós-Operatórios e Expectativas

Após o procedimento de gastrostomia, o paciente precisará de cuidados pós-operatórios específicos para garantir a recuperação adequada. É comum que haja desconforto e inchaço na área da incisão, além de um pequeno sangramento. O médico responsável dará as orientações necessárias para lidar com esses sintomas.

Em geral, os pacientes podem voltar às atividades normais em cerca de duas semanas após o procedimento. Durante esse período, é importante evitar levantar objetos pesados e fazer exercícios físicos intensos. Além disso, é fundamental seguir as orientações médicas quanto à alimentação e medicamentos.

Dicas para Cuidar do Tubo de Gastrostomia em Casa

Para cuidar adequadamente do tubo de gastrostomia em casa, é importante seguir as orientações médicas com atenção e manter uma rotina de cuidados diários. Algumas dicas incluem:

  • Lavar as mãos antes e depois de manusear o tubo
  • Verificar regularmente a área ao redor da incisão quanto a sinais de infecção
  • Limpar a área com água e sabão neutro diariamente
  • Trocar o curativo regularmente
  • Fazer a manutenção do tubo de acordo com as orientações médicas

Conclusão

A gastrostomia é um procedimento médico importante que pode melhorar significativamente a qualidade de vida de pacientes com dificuldade de deglutição ou outras condições médicas. No Japão, já são mais de 100 mil casos de gastrostomizados, o que evidencia a importância e relevância desse procedimento.

É fundamental que os pacientes entendam os riscos e benefícios da gastrostomia e recebam orientações adequadas quanto aos cuidados necessários após o procedimento. Ao seguir as orientações médicas com atenção e cuidar adequadamente do tubo de gastrostomia, é possível garantir uma recuperação mais rápida e segura.

FAQs

1. Qual é a diferença entre gastrostomia e jejunostomia?

A gastrostomia é um procedimento que permite a inserção de um tubo de alimentação diretamente no estômago, enquanto a jejunostomia é um procedimento que permite a inserção de um tubo de alimentação diretamente no intestino delgado.

2. A gastrostomia é um procedimento doloroso?

O procedimento de gastrostomia é realizado com anestesia geral ou sedação consciente, o que significa que o paciente não sentirá dor durante o procedimento. É comum sentir algum desconforto e inchaço na área da incisão após o procedimento.

3. Quanto tempo dura o procedimento de gastrostomia?

O tempo de duração do procedimento de gastrostomia varia dependendo do tipo de procedimento e da complexidade do caso. Em geral, o procedimento cirúrgico dura cerca de 30 a 60 minutos, enquanto o procedimento endoscópico dura cerca de 15 a 30 minutos.

4. Qual é a dieta recomendada após a gastrostomia?

A dieta recomendada após a gastrostomia varia dependendo do caso e da orientação médica. Em

geral, a alimentação deve ser líquida ou pastosa nos primeiros dias após o procedimento e a transição para alimentos sólidos deve ser feita gradualmente. É importante seguir as orientações médicas quanto à dieta para garantir uma recuperação adequada.

5. Quais são os principais riscos da gastrostomia?

Os principais riscos da gastrostomia incluem infecção na área da incisão, perfuração do estômago, hemorragia e deslocamento do tubo de alimentação. É importante que o paciente entenda os riscos e benefícios do procedimento antes de decidir realizar a gastrostomia.


Imagem: https://valledellili.org

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *